Um grupo de experientes engenheiros vem desenvolvendo uma mini e inédita estação de tratamento de águas residuais (ETARs) com a utilização de conceitos inovadores que começa a se mostrar muito eficiente para tratamentos de águas residuais e a introduzir a possibilidade de se diminuir, ou mesmo eliminar, as necessidades de estações elevatórias para se transportar os resíduos aos seus destinos finais, ou seja, as quase sempre distantes e grandes estações de tratamento centralizadas.

 

Portanto, ETARs confinadas em contentores – modulares (40 pés) passam a tratar a água residual numa vazão de 0,75 litros por segundo. Para melhor entendimento verifique a apresentação em anexo.

 

A aplicabilidade é ampla, pois além de atender às necessidades das tradicionais companhias de saneamento, pode resolver problemas de condomínios, indústrias e sítios onde se justifique tratar a água residual, reaproveitar a água, gerar energia elétrica e produzir adubo com os resíduos sólidos. Veja a apresentação em anexo e visite o site www.nm2.eco

© 2019 por Paes Leme Design.